Marco de Camillis no Benfica

Marco de Camillis

Craque assinou por 4 anos, mais um de opção.

O Benfica acertou hoje, Terca-feira, mais uma aquisição de peso para a sua equipa de futebol, ao confirmar a contratação do italiano Marco de Camillis. A astuta manobra no mercado de transferências foi feita graças aos bons contactos do director de futebol do clube da Luz, o também italiano, Rui Costa. Desta vez, o Benfica não teve de pagar nem um tostão pelo reforço. Marco de Camillis vem a custo zero, uma vez que se encontrava em situação de free agent.

Muito embora a negociação tenha sido efectuada por Rui Costa, esta não terá sido feita sem a recomendação ou, no mínimo, a anuência do treinador do clube, Jorge Jesus. Jorge Jesus foi, aliás, o primeiro a falar na conferência de imprensa de apresentação do jogador: “O Mark foi, é, um jogador que eu é que dei o meu aval… ao Benfica… porque ele tem dado muito boas indicações e eu sinto que é aquele tipo de jogador que consegue de-sique-liberar uma partida em momentos-chave. …portanto um desiqueliberador. Dum memento pó outro. Nós, eu, já o andávamos a seguir desde há bastante tempo… há mais de… há bastante tempo… …É muito bom de pés. Foi notória a sua contribuição e mais valia para o conjunto do Danças com Gelo.”

Questionado pelos jornalistas acerca da posição em que de Camillis mais poderá ser útil à equipa, Jorge Jesus, reafirmou que a polivalência do novo recruta será um dos pontos a explorar. “O Mark não é esquerdo nem direito por isso… eu vou-vos explicar isto duma forma simples que é para vocês perceberem mas… o futebol, eu já disse isto aqui, tem aquele Momento 5 que é a estratégia posicional que é a bola parada. No meu entender e no entender… [sorriso e pausa] …vocês têm que perceber que eu posso utilizá-lo no Momento 5 mas como o Mark é mais que um simples jogador eu, nós… tudo dependendo da táctica que eu utilisar.”

Já Rui Costa, vestindo Ermenegildo Zegna, não dialogou com os jornalistas, preferindo falar directamente para de Camillis, dizendo-lhe: “Ô Marcô dê Camillis… tu fosté fántástico ôij. Notá 10! E támbém gôstavá dê dissêr quê achô quê, sê continuarez assi, vais ser, ou pódés vir á ser, un grándé chógador e pensou quê móito, móito ótil nô Bénfica dê Lichboa.”

Por seu turno, Marco de Camillis, na sua simpatia habitual e que, aliás, já conquistou milhares de fãs na televisão portuguesa, disse que, muito embora só possa prometer muito trabalho, acalenta tornar-se num símbolo do clube: “Éou quérou ser párá todos ôs bénfiquistás o ídolo déles e querou ser tan, tan grándê, ô más grándê aindá, máior, quê esse outrou grándê símboulou dê clubé como foi ô fálécido pássáro chámadô o Vitória.”


[publicado originalmente em Magazon]


FUTEBOL

Leave a Reply